RESENHA: LIVRO CELTICOS – O INÍCIO “DUNCAN MCANDREWS”

Eu amo histórias de vampiros, fantasmas, bruxas, e de todo e qualquer ser sobrenatural , então vamos falar hoje sobre Celticos – O Início, do autor Enrico Barale, publicado pela Editora Scortecci, com 346 página fascinantes.

20171126_203900

Sinopse: Duncan McAndrews não é um vampiro que se encontra facilmente nos livros de literatura fantástica. Dono de poderosos dons e fundador de um clã que reúne, quase sempre, vampiros com alto senso de justiça e companheirismo, sua figura é sedutora e envolvente. Uma história rica nos cenários, nos detalhes e na construção das personagens, capaz de prender a atenção e despertar o interesse pelo próximo passo de cada integrante durante toda a leitura. Por fugir do comum, não trazendo a costumeira luta entre humanos e vampiros, mas a luta entre seres de várias naturezas, Celticos – O início nos prova que o tema se trata de uma fonte inesgotável de inspiração para personagens e histórias. O surpreendente final é, ao mesmo tempo, a conclusão de um ciclo e a semente de uma nova história…”

Duncan McAndrews  nasceu em 1430 em um vilarejo chamado Eskualt, onde vivia em uma fazenda com a família. Quando completou 16 anos seu espírito aventureiro fez com que jovem procurasse novos horizontes, saiu para caçar e não voltou mais. Depois de algum tempo caminhando encontrou as ruínas de um antigo castelo, um lugar que mesmo em ruínas parecia majestoso. Duncan passou uma noite ali, onde escondeu alguns objetos que viraram tesouros para ele, e outros ele levou embora na sua futura jornada. Um dos objetos encontrados foi a coroa do Rei Klaus Young. O lugar trazia ao garoto sensações estranhas, como se alguém o observasse.  No outro dia o garoto caminhou novamente em direção ao seu destino, o mar.

20171126_203923

No porto, Duncan pegou um navio e assim começou sua jornada de anos no mar, fazendo parte de tripulações, de conquistas, de grandes lutas, enfim da aventura que tanto procurava. Conheceu inúmeras pessoas e histórias, e se tornou um homem admirado nos mares por quem o conhecia. Após alguns anos o jovem voltou ao castelo, em sua estadia nas ruínas, teve a mesma sensação  de ser observado, porém desta vez se confirmou. O próprio rei Ivan estava a espera de Duncan, para fazer uma proposta tentadora, uma aventura eterna. Duncan aceitou, e então ocorreu a transformação do jovem mortal em um vampiro com muitos poderes, porém inicialmente sem muita habilidade.

20171126_203941

“Tive tempo apenas de dizer que não estava com medo, depois disso só recordo de suas presas me atingindo vorazmente. Quer saber? A vida não passa diante dos olhos enquanto se esvai.”

Ivan ensinou tudo que podia (ou queria) para Duncan, e o levou para o seu território, porém não para ser um convidado, ou amigo, e sim um servo. Lá o jovem o vampiro encontra alguns outros vampiros que não aceitam aquela situação de escravidão, e arma um plano para destruir Ivan. Duncan é muito inteligente e extremamente habilidoso, enquanto morou no território de Ivan, usou o seu tempo para se aperfeiçoar, com a ajuda de seus novos aliados. Após muita luta eles conseguem derrotar Ivan, e o Duncan toma até a última gota do seu sangue, sem nem parar para pensar no que isso poderia ter de consequência.

20171126_203958

A partir daí Duncan e alguns de seus companheiros iniciais e outros que apareceram ao longo do caminho, criam seu próprio clã, os Celticos. Juntos eles enfrentam diversas batalhas ao longo dos anos, e do livro, porém não só com vampiros, também com outras criaturas noturnas que vão aparecendo no decorrer das páginas. Além de batalhas temos novas conquistas, crescimento pessoal, amores, novas amizades e perdas.

20171126_204021

Fiquei apaixonada pelo livro do Enrico, que escrita inteligente, imensamente bem construída, e apesar de ser uma trama recheada de personagens, não deixam o leitor confuso de jeito nenhum, cada um tem sua peculiaridade e algo que nos marca muito. Foi muito interessante ver todo o crescimento de Duncan, com toda a sua força, com toda a sua inteligência, porém com aquela imaturidade e impulsividade juvenil, que pode ser que tenha se imortalizado com ele junto com sua vida. Obrigada Enrico, pelo livro, pela escrita, por me dar a oportunidade de conhecer esses personagens incríveis. ❤


Mais informações:

Anúncios

RESENHA: LIVRO APOCALIPSE – HERANÇA DE SOMBRAS LIVRO II (Obs: Contém spoiler)

Começo esse post com um tremendo frio na barriga. Não é novidade para ninguém que Luxúria, o livro I da séria Herança de Sombras é meu livro favorito da vida. Então vamos falar hoje sobre Apocalipse, o livro II dessa série, e que eu esperei durante um ano ansiosamente. Apocalipse foi escrito pela melhor, minha amada Juliana Bizzato, em uma publicação independente, e conta com 313 páginas de muito mistério.  Lembrando que essa resenha contém spoiler do livro I. Hoje eu vou tentar escrever uma resenha diferente, contando um pouco do que eu senti em cada parte do livro, não costumo fazer resenhas assim, mas não sei se conseguiria fazer diferente com este livro.

20171113_232132.jpg

Iniciamos o livro com um prólogo de tirar o fôlego, todas as dúvidas que invadiam a mente de Benjamin, toda a explosão de sentimentos, fazendo algo que sua cabeça dizia ser certo, mas seu coração não. Foi doloroso pensar junto com ele e ver tudo o que se passava na sua cabeça. Foi uma cena extremamente difícil de ler, ver todo o sofrimento da Sam, todo o desespero que ela sentiu naquele momento, o momento em que a pessoa que ela estava apaixonada, a pessoa que fazia com que ela se sentisse nas nuvens, pudesse matar ela em um piscar de olhos, sem nem ao menos perguntar ou a questionar, sem nem ao menos saber se ela era inocente ou não, de algo que até então ela nem sabia do que se tratava, foi difícil para ela passar por isso, foi difícil pra mim passar por isso junto com ela. De fato, Ben levou Sam aos céus para depois levá-la ao inferno.

20171113_232146

Sam não sabia que era uma bruxa, Ben não sabia que elas eram intocadas, e que a família dela estava sem poderes a séculos, uma grande confusão gerada por alguém do grupo de caçadores que tinha como motivação uma enorme vingança, passando acima de ordens maiores.  A partir dai os caçadores tomaram como missão protegê-las de um mal maior, mal esse que estava por trás de todas as mortes na ilha. Enquanto isso, Sam precisava controlar seus poderes.

20171113_232158

Sam viaja em busca de alguém que possa ajudá-la, e quando chega ao destino deixa toda a sua emoção transparecer nos seus poderes antes escondidos, no lugar mais belo e propício a isso, nossa amada Ilha da Magia, ah como é bom ler um livro com gostinho da nossa terra, do nosso cantinho preferido no mundo.

20171113_232209

Algumas pessoas importantes aparecem nesse ponto da história, como Hilária e os filhos dela, onde tem uma guerra de Sam para aprender a dominar seus poderes com eles, e de Ben em cuidá-la e não deixar que outras pessoas acabem tomando seu espaço. Sam e Ben passam por diversas provações nesse livro, incêndios estão incluídos é claro, no sentido literal e figurado.

Toda a família de Sam é afetada por essa nova vida, e todo esse poder respinga de alguma maneira em cada uma delas, algumas de maneira positiva, outras nem tanto assim, mas com certeza a pessoa que mais sofre nessa história toda é Samantha, quem além dos poderes precisa controlar seus sentimentos, emoções, amizades, família e o tempo as vezes. Um livro recheado de primeiras vezes e de muitas segundas chances.

20171113_232222

Eu queria falar mais sobre esse livro, de tudo que eles enfrentaram a partir daí, mas eu sinto que eu não seria justa com vocês, e faria com que perdessem o melhor desse livro, sentir a emoção em cada palavra escrita, cada frio na barriga, cada dor no coração, cada gargalhada de nervosismo, ou cada suspiro dado com um sorriso bobo nos lábios. LEIAM ESSE LIVRO, leiam os dois livros. Obrigada Ju, obrigada por ser essa mestre nas palavras, obrigada por nos deixar fazer parte deste mundo de magia e bruxaria, obrigada por encantar nossas vidas. ❤

 


Mais informações sobre o livro:

RESENHA: LIVRO DOCE AMARGO

Sabe aquele livro que te faz perder o ar? Então, vamos falar sobre ele hoje ❤

Doce amargo foi escrito pela maravilhosa Evelyn Santana, publicado pela Editora Coerência, e tem 441 páginas que te deixam com a impressão de estar em meio a um ataque de asma.

20171105_193828 

Sinopse: Melinda é uma garota que não conhece suas origens, tendo sido abandonada com pouco dias de vida em um orfanato, onde se apaixona por uma ilusão, um rosto em uma foto no jornal: Robert Blackwell, um promissor empresário que fez uma doação para o orfanato onde ela morava. Anos mais tarde, Linda consegue se reerguer, estudar e garantir um bom emprego na empresa de Robert. Um acidente faz com que se encontrem. A ganância dele os aproxima. E o amor sela tudo.

Melinda, ou Linda, é uma jovem com um passado extremamente triste, morou em orfanatos, foi mandada para vários lares temporários e não sabe nada sobre sua origem. Quando tinha 17 anos se apaixonou pela foto e pelo gesto de um empresário que doou uma grande quantia ao orfanato no qual Linda morava. Linda é insegura e, apesar de toda sua trajetória, vive uma vida regrada, centrada e com o coração fechado para balanço. Sua única família são os vizinhos Eva e Javier, avó e neto, respectivamente. 

Robert é um empresário rico e bem-sucedido, viveu parte de sua infância e adolescência em um internato, perdeu um irmão gêmeo em uma tragédia quando criança, a mãe nunca mais foi a mesma, cresceu vendo a irmã mais nova somente nas férias e o pai se tornou cada vez mais distante. Construiu seu império sozinho, sem a ajuda do pai. Quando o pai morre ele se vê diante de um grande desafio, mostrar para o pai morto que ele não está disposto a deixar a casa em que a mãe viveu para a madrasta e seus meio-irmãos. 

Quando Robert estava indo ver detalhes do testamento, acabou atropelando uma funcionária da empresa de que era dono, Melinda. Depois desse primeiro encontro, bem perturbador, a vida desses dois muda completamente, ambos tentando lutar por um sentimento que só crescia dentro deles, ela, por não acreditar que era capaz de seduzir alguém tão poderoso, não imagina que o amor estava batendo à porta, e ele, por ser tão metódico e controlador, não acreditava que a vida lhe daria uma rasteira amorosa. É, parece que o jogo virou, não é mesmo?!

“No fundo eu sabia que talvez o melhor para nós dois era deixar as coisas como estavam.”

Sabe aquele livro que te dá uma injeção de ânimo? Que você se ajeita na cama de tão empolgada com os carinhos que a história te faz, te fazendo vibrar, e, de repente, ele te dá um tapa na cara que te faz cambalear, cair no chão e chorar igual a uma criancinha? Pois é, bem-vindo à montanha russa do parque Doce Amargo. Que livro maravilhoso, eu simplesmente amei, e ele foi pra lista dos meus livros da vida, ocupando um espaço único e insubstituível no meu coração. Obrigada, Evelyn, pela leitura, pelos sentimentos, pelas risadas, pelas lágrimas. Eu sinto como se Robert e Linda fizessem parte da minha família, eu me importo com eles e me preocupo também. E você, leitor, que quer aquele tipo de livro que te faz sentir tudo que cada personagem está vivendo, se joga nessa leitura que você não vai se arrepender. ❤

20171105_194007-1

P.S: Que livro lindo, que diagramação maravilhosa, que capa perfeita, cada detalhe faz com que a gente se apaixone cada vez mais por essa preciosidade, tenho orgulho por ter Doce Amargo na minha estante. Mais uma vez, parabéns, Evelyn, e parabéns, Editora Coerência.


Quer comprar o livro?