MÊS DO HORROR 2017

Oiiii pessoal, e aí como estão?

mes-do-horror

Estamos dando início á mais um Mê do Horror aqui no blog, com resenhas de livros, impressões de filmes, TAG’s e algumas coisinhas a mais relacionadas a um dos meus temas preferidos. Vamos falar sobre bruxas, vampiros, assombrações e todo esse tipo de criaturas que regam nossos filmes e livros de tanto suspense e horror, e algumas vezes de muitas gargalhadas.

Anúncios

RESENHA: A MENINA SUBMERSA: MEMÓRIAS -CAITLÍN R. KIERNAN #MESDOHORROR

Dando continuidade ao nosso mês do horror, vamos falar hoje de A Menina Submersa, esse livro que ouvi muitas criticas, mesmo não procurando, mas também ouvi muitos elogios, e como, na minha concepção, eu preciso ler para poder falar, o fiz. Confessor que comprei esse livro porque o nome me chamou muito a atenção, e a capa em brochura dele também. Porém quando enfim decidi tê-lo pra mim, eu comprei nessa edição M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A.

unnamed-32

A Menina Submersa foi escrito pela autora Caitlín R. Kieran, publicado pela editora Dark Side, e tem 317 páginas de uma história confusa, cativante e envolvente. A edição do livro é muito importante para mim, e esse livro tirou nota 10 nesse quesito.

India Morgan Phelps, a Imp é uma garota diagnosticada com esquizofrenia desorganizada, a mãe e a avó se suicidaram, e tinham o mesmo diagnóstico de Imp. Imp é uma jovem solitária, mora sozinha, e dedica seu tempo ao trabalho, aos discos e livros antigos de sua mãe, e a arte, especialmente aos quadros, em que ela passava horas olhando em galerias e aos seus em que ela pintava. Imp, certa vez encontra na rua, quem viria a ser sua namorada, e a leva para a casa. Abalyn, é uma trans que foi expulsa de casa pelos seus pais, e posteriormente pela atual namorada, é uma resenhista de games, e que passa a ser peça fundamental na vida de Imp. Certa noite Imp encontra pelas ruas uma mulher, Eva Caning, e como em um instinto, a leva para a casa, apesar de a estadia de Eva na casa de Imp e Abalyn não ter durado mais que umas horas, na cabeça e na vida de India durou muito mais, até se tornou um tormento. Imp é completamente fascinada por um quadro que se chama A Menina Submersa, e de alguma maneira a histórias se interligam, o que deixa a história de fantasmas de Imp ainda mais intrigante.

Se eu achei o livro confuso? É óbvio, acho que era essa a intensão, já que ele é narrado por uma pessoa diagnosticada com esquizofrenia desorganizada contando uma história, de sua própria vivência, de fantasmas. Apesar de Imp viver bem com seu diagnósticos, sem muitas crises, os incidentes ligados a Eva, faz com que ela entre em surto, logo sua história de fantasmas vai e vem. Mas de uma coisa tenho certeza, a autora consegue passar para o leitor exatamente a mesma confusão que Imp está passando durante a narrativa.

Recomendo a leitura.

 

 

FILME: ALWAYS WATCHING- A MARBLE HORNETS STORY #MÊSDOHORROR

Final de semana passado eu vi o filme Always Watching, e trouxe um pouco dele para mostrar para vocês.

images

Título Original: Always Watching – A Marble Hornets Story
Ano: 2015
Elenco: Alexandra Breckenridge, Jake McDorman, Doug Jones
Gênero: Terror
Duração: 95 minutos
Sinopse
A equipe jornalistica de uma pequena cidade descobre uma caixa com fitas de vídeo, onde um ser sem rosto vestindo terno escuro assombra uma família até levá-los a loucura. Logo depois, percebem que a entidade agora os persegue.
Com certeza eu mudaria alguns elementos do filme, e  daria melhores explicações sobre o evento sobrenatural, porém as cenas te dão alguns sustos, que são bem dignos de ter medo de ligar a câmera e bater uma foto!
 Segue o link do trailer:
E vocês? O que vão ver esse finde?

FILME: POSSESSÃO DE DEBORAH LOGAN #MÊSDOHORROR

Fala galera, como vocês estão?

Vi Possessão de Deborah Logan na semana passada, e decidi indicar para vocês!

391350-jpg-c_215_290_x-f_jpg-q_x-xxyxx

Data de lançamento: 2014 (1h 30min)
Direção: Adam Robitel
Elenco: Jill Larson, Anne Ramsay, Michelle Ang
Gêneros: Terror, Suspense
Nacionalidade: EUA

 

 

 

 

Sinopse

Mia Medina (Michelle Ang) está elaborando sua tese de doutorado sobre Doença de Alzheimer. Para melhor entender a doença, ela decide gravar um filme com o cotidiano de uma mulher portadora, Deborah Logan (Jill Larson), e sua filha, Sarah (Anne Ramsay). Mas, com o passar dos dias, coisas estranhas e macabras que não têm nenhuma semelhança com o diagnóstico de Alzheimer começam a acontecer em torno de Deborah, indicando algo muito mais obscuro.

No geral gostei bastante do filme, de como ele é construído, apesar de ficar meio agoniada assistindo filmes found footage (com a câmera na mão). O final desse filme pode te surpreender. Aperta o play e assiste o trailer:

RESENHA: LIVRO JOGOS MACABROS #MÊSDOHORROR

E vamos iniciando nossa programação do mês do horror. Jogos Macabros foi escrito pelo autor R.L. Stine (considerado o Sthefhen King da literatura juvenil), e publicado pela editora Globo Alt, e tem 279 páginas de suspense e muitas surpresas.

unnamed-23

Rachel Martin tem 17 anos, é uma adolescente batalhadora, estuda, e trabalha em uma lanchonete para ajudar os pais com as despesas da casa, pois recentemente o pai perdeu o emprego, e no novo eles não conseguiram manter o mesmo padrão de vida, tendo inclusive de se mudarem de sua antiga casa.

Brendan Fear, estuda na mesma escola de Rachel, mas não faz parte da sua turma de amigos. A família de Brendan é rica, mas não é bem vista em sua região, devida as excêntricas histórias que rondam o passado dos Fear, como  envolvimento em ocultismo e caçadas macabras.  Porém Brendan parece diferente, ele é simpático, gentil, bonito e tem vários amigos, e Rachel tem uma quedinha por ele. Sinceramente, Rachel não acredita nem um pouquinho nas histórias que as pessoas contam, e assim que Brendan á convida para sua festa de 18 na Mansão do medo, que é a casa de verão da família, ela não pensa duas vezes e logo aceita, na esperança de que possa conhecer melhor o garoto.

Sua melhor amiga, Amy, tentou avisá-la de não ir, alertando-a sobre as histórias antigas, porém Rachel não deu a miníma. Os avisos não pararam por aí, Rachel também recebeu um aviso de seu ex-namorado Mac, mas devido ao seu histórico possessivo e violento ela decidiu ignorar.

Só que os mistérios dessa festa iniciam antes mesmo de ela começar, quando animais mortos aparecem na cama de alguns convidados. Rachel acha que obra de Mac, e isso faz com que ela fique ainda mais empolgada em ir a festa. E é á partir daí que iniciam uma série de eventos misteriosos na Ilha do Medo, cercada de histórias de fantasmas, barulhos estranhos e jogos macabros.

A força da protagonista, em todos os momentos difíceis, desde familiar até o que ela vive na festa, é inspirador. Impressionante quando estamos frente a situações de perigo ativamos nosso processo de luta ou fuga, instintos realmente fantásticos.

Apesar de ser uma história de terror/suspense, Jogos Macabros é um livo leve de se ler, divertido, assustador e quando você começa não dá vontade de parar, o mistério é contido nele do início ao fim. É um livro gostoso e empolgante, e o final foi feito para deixar a gente de boca aberta.

unnamed-26

E você? O que anda lendo nesse mês do horror??